Cada vez mais, a procura por uma escola bilíngue aumenta.

Com os pais preocupados com a educação dos filhos e pensando sempre no melhor para as crianças, a busca por um curso de inglês infantil cresce a cada dia.

A ideia dos pais é encontrar um curso de inglês para crianças que vá além do ensino de idiomas, trazendo imersão e outros conhecimentos fundamentais.

É normal que você tenha dúvidas sobre o que são escolas internacionais e escolas bilíngues, como elas funcionam aqui no Brasil e quais as diferenças entre os dois tipos.

Pensando em você, hoje trouxemos este post, que acabará com as suas dúvidas!

Escola Bilíngue – o que é?

Existem centenas de escolas de inglês para crianças espalhadas pelo Brasil, mas nem todas podem ser consideradas uma escola bilíngue.

O principal diferencial da escola bilíngue é se assemelhar bastante a uma escola comum do Brasil, onde são ensinadas as disciplinas de  Ciências, Geografia e História. Logo, seu público-alvo é composto por crianças e jovens brasileiros, que precisam aprender um novo idioma junto de toda a educação básica.

alunos em uma escola bilingue

A escola bilíngue se baseia no modelo brasileiro de ensino e, por isso, tem um calendário igual ao nosso, onde as aulas começam no final de janeiro, início de fevereiro e terminam ao final do ano, com férias em julho.

Nessas escolas, o aluno é preparado para uma vivência nacional, aprendendo o inglês como uma segunda língua, mas de uma forma menos imersiva, se comparada ao método das escolas internacionais. Mas, é preciso ter atenção! Escolas Bilíngues não se limitam a aulas diárias ou semanais com apenas 40 minutos ou 1 hora.

Ser bilíngue é algo que requer tempo, imersão e muita dedicação, e identificar esses fatores só é possível quando você conhece a metodologia da escola. Sempre peça uma aula de avaliação e conheça o material!

Ensino mesclado

A ideia por trás do ensino nas escolas bilíngues é mesclar o aprendizado, onde parte da carga horária diária é voltada para o ambiente nacional e parte para o internacional. 

Assim como na Escola Bilíngue, é preciso ter muito cuidado com a carga horária, pois se ela é curta demais, o aluno tende a ficar desfalcado em uma das modalidades de ensino, seja ela nacional ou internacional.

E a Escola Internacional?

A Escola Internacional não é uma simples escola de inglês. Ela segue uma estrutura curricular padrão em todo o mundo, utiliza métodos e materiais estrangeiros, em sua maioria, e facilita para famílias de crianças que pretendem mudar ou se tornaram expatriados.

menina em uma escola internacional

O calendário dessas escolas começa em agosto e todas as aulas seguem o padrão internacional.

Referências Internacionais

As escolas internacionais tem as aulas de Português e Estudos Sociais Brasileiros em Português, e procuram sempre valorizar a cultura e literatura brasileiras.

Qual escolher?

Com uma escola bilíngue, o seu filho terá uma experiência de aprendizado imersiva, mas que ainda utiliza como base elementos da educação nacional. Enquanto isso, na Escola Internacional, a criança aprenderá como se estivesse em outro país, como os Estados Unidos ou a Inglaterra.

professora ensinando em uma escola bilíngue

Escolher a escola certa depende do desejo dos pais e do que a criança precisa. Se estamos falando de uma família que veio de outro país e que quer trazer a mesma experiência de ensino estrangeiro para os filhos, a Escola Internacional é uma ótima escolha.

O mesmo vale para quem deseja inserir os filhos em um modelo de ensino diferenciado, já preparado para o mercado de trabalho internacional e interações sociais globais. É uma oportunidade de ouro para abrir a mente para aspectos culturais e para diversificar o currículo com novas e empolgantes experiências.

Se os pais têm o objetivo de apenas preparar a criança de uma forma mais imersiva e com ênfase em um novo idioma, a escola bilíngue é a melhor resposta, principalmente para uma criança que já frequentou escolas brasileiras e está adaptada ao calendário e modelo de ensino tradicional do país.

Por que aprender inglês na infância?

Porque uma criança precisa começar um curso de inglês desde cedo para obter um grau de conhecimento gramatical e desenvolver técnicas de speaking e listening equivalentes às de um nativo. Uma pesquisa do MIT – Massachussets Institute of Technology – reforça essa informação com uma pesquisa que considerou uma amostra de quase 670 mil pessoas.

O resultado? Bom, uma criança precisa começar a aprender até os 10 anos de idade para falar, ler, escrever e entender como um nativo.

dinâmica de ingles na escola bilíngue

E você, como está preparando o futuro do seu filho em um mundo cada vez mais internacional? 

A Tots & Teens é uma escola bilíngue com carga horária diferenciada, sendo 3 horas de instrução diária em Inglês. Priorizamos o aprendizado dos alunos e sua imersão no idioma, para que a fluência seja alcançada de forma natural e metódica.

Nossa educação infantil é 100% em inglês, garantindo que os alunos mais novos assimilem o novo idioma da mesma forma que sua língua materna, sem deixar de favorecer sua adaptação e desenvolvimento. Para isso, utilizamos materiais pedagógicos importados, que somados à experiência dos professores e ao ambiente imersivo, promovem muito mais aprendizado aos alunos.

Além disso, temos mais de 20 nacionalidades diferentes, que criam um ambiente internacional e seguimos os dois calendários para facilitar a transição da nossa escola para outra instituição: janeiro a dezembro para o currículo bilíngue e de agosto a junho para o currículo internacional. Com isso, o aluno está sempre preparado para continuar sua vida acadêmica, seja numa escola internacional ou numa escola brasileira

Entre em contato conosco e comece já a preparar o futuro do seu filho com métodos criados para ensinar Inglês a crianças e jovens de até 16 anos.


Cristina Müller

Cristina Müller

Diretora da Escola Tots & Teens, pedagoga por profissão e educadora por opção. Psicopedagoga e gestora escolar aficionada pela educação bilíngue, atualmente busca ajuda na neurociência para desvendar os mistérios de como o cérebro aprende.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Facebook
Facebook
YouTube
Instagram