Várias escolas de idiomas ensinam para crianças, mas quantas realmente sabem como treinar conversação em inglês com crianças?

No último post, eu citei a importância de ser bilíngue. Leia e imagine o futuro que você quer para o seu filho ao entender que as possibilidades para quem fala mais de um idioma são infinitas!

Ensinar crianças é algo fenomenal. Ter a oportunidade de participar do desenvolvimento linguístico de alguém na sua fase mais importante, e aberta a receber conteúdos, é simplesmente mágico!

Mas, a grande questão é: como criar o interesse em uma criança para aprender uma língua nova?

escola bilíngue para cianças

A resposta está em um curso de inglês para crianças? Sim, mas é preciso muito mais que isso para garantir um aprendizado saudável, divertido e com bons resultados e parte disso acontece em casa.

Treinar conversação em inglês com crianças é uma ideia brilhante!

O mundo infantil é mais colorido, mais lúdico, maior que o nosso e muito mais desafiador. Mas, ao mesmo tempo, os pequenos enxergam oportunidades onde nós somos incapazes de perceber.

Curioso, né? O processo de aquisição de Inglês para uma criança falante de português pode acontecer tão rápido ou até de forma mais veloz do que a aprendizagem do primeiro idioma.

conversacao em ingles com crianças

Há quem ainda diga que não é uma boa ideia ensinar um idioma novo a uma criança que está em fase de alfabetização, mas a verdade é que as duas coisas podem, sim, se complementar e tornar o ensino muito mais fácil, tanto para quem está lecionando o português quanto para quem dá as aulas de inglês.

Treinar conversação em inglês com crianças aguça o desejo de aprender de uma forma que o português não consegue, talvez por ser a língua materna, é algo muito mais necessário do que lúdico. Com o passar do tempo, a criança vai descobrindo novas oportunidades de utilizar o que aprendeu para conseguir o que deseja e isso a incentiva a ir cada vez mais longe.

1 – É hora de brincar! Por que brincar em português, quando você pode brincar em inglês?

Treinar conversação com uma criança não requer, necessariamente, que ela conheça formas verbais, adjetivos, substantivos ou mesmo saiba o que essas palavras difíceis significam. É uma fase onde o pequeno associa sonoridades a nomes e imagens, então, vale a pena se aproveitar disso.

Por exemplo, a clássica brincadeira “O Mestre Mandou” pode ser substituída por Simon Says.

O começo será difícil, mas bastante divertido. A criança precisará entender que você é o mestre (Simon) e que toda vez que você der uma ordem, ela deve executá-la.

crianca brincando

Então, nesse momento, vale a pena dar dicas e sempre lembrar a criança do que a palavra em inglês significa.

Um exemplo:

Sit é sentar e Get up é levantar.

Utilizamos o contexto da brincadeira e faríamos os movimentos de sentar e levantar junto às expressões “sit down” e “stand up” e a criança, aos poucos, compreenderá o significado dessas expressões, a partir da ação que está presenciando e realizando.

Brincadeiras como Simon Says, Hide n’ Seek (esconde-esconde), Tag (o pega-pega) podem ser facilmente levadas para o inglês e proporcionam momentos lúdicos de aprendizagem. Isso, quando utilizado em paralelo a um curso de inglês infantil, renderá resultados brilhantes.

Videogames também podem incentivar a criança a aprender a falar algumas palavras, mas se você não ensinar o que cada uma delas significa, os pequenos apenas repetirão o que escutam, sem entender o contexto ou o porquê de estarem falando aquilo. Por isso, no caso dos games, a atenção é redobrada.

2 – Treinar conversação em inglês com crianças requer estudo e paciência

Não basta que a criança aprenda a falar inglês na escola sozinha. É como se você tirasse a sua habilitação, mas não tivesse um carro para dirigir, como se fosse à academia, mas continuasse com uma dieta extremamente gordurosa e prejudicial à sua saúde.

A criança precisa de apoio, de um ambiente imersivo, onde alguém possa conversar com ela e ajudá-la a utilizar o que ela aprendeu, principalmente nas idades mais baixas. Com o tempo, a criança vai crescendo e criando situações em que pode usar o novo idioma.

treinar conversaçao em ingles com criancas

Em outras palavras, o ideal é que pais e filhos estejam imersos na cultura estrangeira e possam até mesmo aprender juntos e descobrir o quão maravilhoso é o mundo bilíngue!

A criança falará palavras erradas e vale a pena corrigir, mas não faça isso de imediato! Espere que o pequeno termine a frase e depois a repita, corretamente, sem salientar o erro específico cometido.

escola bilingue para criancas

BÔNUS – aproveite os relacionamentos e crie simulações

Promova a integração entre seu filho e os colegas de classe. Crianças que aprendem juntas chegam mais longe! Os pequenos sempre criarão afinidade com algum coleguinha, e isso pode ser bastante proveitoso, se as crianças puderem se encontrar, brincar e praticar o que aprenderam na escola.

Na Tots & Teens essa prática é uma realidade. Por conta das nacionalidades variadas dos alunos, acaba se tornando muito natural se expressar em um idioma comum, nesse caso o inglês, para ser entendido e facilitar a comunicação e interação entre todos.

Além disso, essa é uma ótima oportunidade para usar a dica das brincadeiras Simon Says, Hide n’ Seek e Tag.

Uma atividade bastante comum nas escolas internacionais e que também exercitamos na Tots & Teens é a de simular situações onde as crianças têm profissões importantes, como um policial, um médico, um motorista, etc. Use a imaginação e incentive o diálogo e a exploração de possibilidades!

criancas dentro de uma cozinha

Agora você tem dicas valiosas para treinar conversação em inglês com crianças. Participe do processo de aprendizagem do seu filho e incentive-o sempre!

Somos a Tots & Teens, uma escola que se importa com a formação global do seu filho, dos 03 aos 16 anos.

Através da dinâmica das nossas aulas, criamos um ambiente onde é espontâneo conversar e interagir em inglês e isso tira a inibição dos alunos, que muitas vezes não querem se expor em outro idioma. Como temos várias nacionalidades, a língua em comum de todos é o inglês, diferentemente de uma escola de idiomas com alunos que passam pouco tempo em aula e convivem em uma sala de falantes de português. Nesse caso, às vezes é difícil “mudar a chave” do cérebro para comunicar-se somente na língua estrangeira.

Entre em contato conosco e comece já a preparar o seu filho para o futuro.

This post is also available in: enInglês


Cristina Müller

Cristina Müller

Diretora da Escola Tots & Teens, pedagoga por profissão e educadora por opção. Psicopedagoga e gestora escolar aficionada pela educação bilíngue, atualmente busca ajuda na neurociência para desvendar os mistérios de como o cérebro aprende.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Facebook
Facebook
YouTube
Instagram